logotipo tiver futuro

 

 

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

ine inflacao

Segundo o INE, o Índice de Preços no Consumidor teve uma variação homóloga de 1,7% em Novembro. Já a variação média dos últimos doze meses fixou-se em 1,2%.

O relatório do INE mostra que taxa de variação homóloga do IPC as variações positivas mais significativas "ocorreram nas classes dos Transportes (+5,2%), das Rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis (+2,6%), dos Acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação (+1,9%), da Saúde (+1,8%) e das Bebidas alcoólicas e tabaco (+1,7%). Por outro lado, a variação negativa mais expressiva registou na classe dos Vestuários e calçados (-1,0%)".

Já a variação mensal do IPC, acrescenta o Instituto Nacional de Estatística, "foi 0,0% (0,3% no mês anterior e 0,0% em Novembro de 2017). As classes que se destacaram com maiores variações positivas para a taxa de variação mensal foram as dos Hotéis, restaurantes cafés e similares (+0,8%), das Bebidas alcoólicas e tabaco (+0,3%), dos Transportes (+0,3%), do Lazer, recreação e cultura (+0,3%), dos Bens e serviços diversos (+0,2%), da Saúde (+0,1%) e do Ensino (+0,1%). Por outro lado, as variações negativas mais expressivas foram nas classes dos Produtos alimentares e bebidas não alcoólicas (-0,1%), dos Vestuário e calçado (-0,1%) e dos Acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação (-0,1%)".

 

Fonte: Expresso das Ilhas

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub