Escola Secundaria do Tarrafal

A Delegada do Ministério da Educação do concelho do Tarrafal de Santiago, Maria Judith Soares, afirma que um dos principais desafios para o ano lectivo que se aproxima é de aumentar o aproveitamento escolar, sobretudo a nível do ensino secundário.

A redução do abandono escolar para 0% no ensino básico e preparar o terreno para o alargamento do ensino obrigatório para 8º ano são algumas das prioridades para o ano lectivo 2016/2017 no concelho de Tarrafal de Santiago. Assim, afirma a Delegada da Educação deste município, realçando que aumentar o nível do sucesso escolar no ensino secundário é o principal desafio.

A Delegação local pretende realizar uma campanha, no sentido de sensibilizar os pais e encarregados de educação, em particular, do ensino secundário, para maior engajamento e envolvimento dos mesmos na vida dos seus filhos. Além disso, como forma de incentivar os alunos a lerem mais os livros, este ano, vão introduzir em cada Polo Educativo do Tarrafal, uma sala dedicada à leitura.

Para o início das aulas, na próxima segunda-feira, falta ainda melhorar alguns pontos importantes, como mobiliários escolares nas escolas secundárias e o aspecto físico do Ensino Básico, pelo que, tudo estará pronto, garante a Delegada, até 24 do mês corrente.

Para o ano lectivo 2016/2017, no concelho do Tarrafal de Santiago, esperam-se cerca de 2300 alunos no ensino básico para um total de 129 professores. Quanto ao Secundário, prevêem-se 3500 alunos e 141 professores para as duas escolas secundárias do município.

                                           

Texto: Dilma Cardoso

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub