saiba a temperatura ideal da adega para cada tipo de vinho photo23442855 44 22 32

O Governo de Cabo Verde, através do Ministério da Agricultura e Ambiente, celebrou quarta-feira, em Chã das Caldeiras, com Cabildo de Tenerife, um protocolo que permite a reconstrução definitiva da adega e outras actividades ligadas à vitivinicultura na ilha.

O acordo foi rubricado pelo ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, e a conselheira de relações exteriores de Cabildo Insular de Tenerife, na presença de dezenas moradores e viticultores de Chã das Caldeiras.

Segundo o protocolo, o Cabildo de Tenerife vai disponibilizar o projecto para a edificação da nova adega e toda acessória e assistência técnica, cabendo ao Governo de Cabo Verde assegurar o financiamento, cujo montante ronda os 80 mil contos cabo-verdianos.

Elaborar o projecto de execução de obras, direcção e acompanhamento, acessoriamente na construção das instalações, e posterior supervisão no seu funcionamento, são de entre outras, obrigações de Cabildo Insular de Tenerife.

O acordo prevê que Cabildo disponibilize um contributo financeiro no valor de 27.400 euros (mais de três mil contos), com natureza de subsídio em espécies. para contratação de técnicos para elaboração de estudos e projecto da adega definitiva de Chã das Caldeiras.

O Ministério da Agricultura vai disponibilizar o terreno para a construção dessa infra-estrutura, o seu financiamento no valor de 80 mil contos, designação de responsáveis locais para acompanhamento dos trabalhos, assistência técnica e administrativa à equipa técnica de Tenerife, de entre outras acções.

A adega, segundo o mesmo, tem estado a receber, há alguns anos, apoios de técnicos das Canárias, em termos de assistência técnica na área de vitivinicultura.

 

Texto: Catarina de Pina

Fonte: Inforpress

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub