padre

O ano da Misericórdia, que começou a 8 de Dezembro de 2015, terminará a 13 do mês corrente, com a celebração de uma Santa Missa. Para o Padre João Augusto, a Misericórdia é a possibilidade que uma pessoa tem de refazer das coisas; um recomeço de um círculo virtuoso para que um fraco se levante.

Com a abertura da porta Santa, em Roma pelo Papa Francisco a 8 de Dezembro do ano passado, deu-se início ao Ano da Misericórdia, sob o lema "Ide, sede o rosto da misericórdia do Pai". Durante o período de quase um ano, propõe-se aos cristãos o “reencontro da alegria e da paz”, segundo o padre João Augusto, pois há vários motivos que causam tristeza aos cidadãos, que podem ser ultrapassados.

Pretende-se, até o final deste ano da Misericórdia, levar os cidadãos olharem para Deus como aquele que usa da misericórdia para connosco. Sendo assim, antes do dia do encerramento, a Paróquia da Nossa Senhora da Graça vai levar todos os elementos ligados à Igreja Católica e não só, no próximo Domingo, 6, para atravessar a porta da Misericórdia, na catedral no Plateau.

Já para o dia 13 de Novembro está agendado uma missa na Igreja Nossa Senhora da Graça às 18:00, celebrada por um delegado e outros presbíteros. Isto porque o Bispo Dom Arlindo estará no Mindelo, onde vai participar numa conferência Episcopal.

Todos os tempos os cristãos vivem de forma normal a sua fé em Jesus Cristo. Sendo assim, o Papa Francisco para complementar essa fé, escolhe em cada ano, um tema educativo, para que todos os cristãos se concentrem apenas nesse assunto.

 

Texto: Dilma Cardoso

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub