logo natal

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiver

abrao vicente

O Ministro da Cultura e Indústrias Criativas, Abraão Vicente, afirmou no dia da Língua Materna que os cabo-verdianos precisam assumir o crioulo, justificando que eles não estão a respeitar o seu percurso como povo caso não assumam o crioulo como parte da sua identidade.

No âmbito do dia Internacional da Língua Materna, o Ministro da Cultura e Indústrias Criativas, Abraão Vicente, avançou que quer lançar um debate para o Conselho de Ministros para entrarem em consenso sobre o artigo 9º, que tem como finalidade consagrar o português como a língua oficial de Cabo Verde. Contudo realçou que para a oficialização do crioulo é necessário dois momentos.

“Todos os cabo-verdianos precisam assumir o crioulo como algo que não briga com o português”, afirmou Abraão Vicente, realçando que este é um debate sem bairrismo que o Conselho de Ministros deve fazer para resolver esta questão.

De realçar que a língua cabo-verdiana é a maior construção do povo cabo-verdiano. O Ministro destacou que “enquanto o povo cabo-verdiano não passar esta fase de crispação entre regiões, não é possível retirar todo o proveito que o crioulo pode dar em termos de criatividade”.

A oficialização da língua materna cabo-verdiana ainda não foi oficializada, no entanto o seu uso tem sido bastante apreciado internacionalmente em músicas, poesias, livros e teatros.

 

Texto: Eduardo Afonso

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub