612x344 341655

O presidente ucraniano alertou para a possibilidade de uma invasão russa “em larga escala”, num momento em que novas tensões acerca da península da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014, fazem temer pelo frágil acordo, assinado em Minsk, em Fevereiro de 2015.

Petro Poroshenko não exclui introduzir a lei marcial e avançar com uma nova vaga de mobilização militar se houver uma escalada no conflito com os separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, confirmaram fontes internacionais. Numa cerimónia em honra de pilotos ucranianos mortos em serviço, Poroshenko afirmou que “se a situação piorar, a mobilização e a lei marcial serão introduzidas por decreto” presidencial, avança Euronews.

 

 

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub