logo natal

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiver

BANGLADESH

O Supremo Tribunal do Bengladesh rejeitou o recurso final tentado pelo líder islâmico, Mir Kashem Ali que poderá ser enforcado a qualquer momento.

Figura da oposição condenada à morte pelo Tribunal de Crimes Internacionais (TCI), criada pelo Parlamento de Bangladesh para os crimes de guerra, cometidos durante a guerra contra o Paquistão, 1971, Mir Kashem Ali teve um julgamento rodeado de polémica.

Durante todo processo, algumas vozes ergueram-se para denunciar as restrições aos direitos de defesa e violação dos princípios básicos de um julgamento justo.

O magnata dos meios de comunicação e financiador-chave do partido Jamaat-e-Islami Mir tinha sido condenado à pena máxima por assassinato, tortura, o incitamento ao ódio religioso e outros crimes.

 

Fonte: Euronews.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub