papa

O papa Francisco pediu perdão à igreja protestante pelos erros cometidos durante 500 anos de guerras, perseguições e execuções. A primeira visita de um sumo pontífice à Suécia sede da Federação Mundial Luterana em mais de 30 anos foi marcada por uma nova tentativa de reconciliação entre as duas igrejas, quando as divisões persistem. Um feito inédito para assinalar os 500 anos da Reforma Protestante iniciada por Martinho Lutero.

As festividades iniciaram-se esta segunda-feira em Wittenberg, na Alemanha, na mesma igreja à porta da qual Lutero tinha afixado as 95 teses que denunciavam a corrupção da igreja católica. Apesar de meio século de esforços de reconciliação por parte do Vaticano, as duas igrejas mantém-se divididas em questões como a ordenação de mulheres, proibindo a comunhão de casais mistos.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub