atentado

Os serviços antiterroristas belgas identificaram aquele que julgam ser o cérebro dos atentados de Paris e de Bruxelas na Síria. O misterioso “Abu Ahmad” será, afinal, Oussama Ahmad Atar, um belgo-marroquino de 32 anos, detido no Iraque, em 2005, por entrada ilegal no país.

Mas assim que regressou à Europa, Atar desapareceu dos radares dos serviços secretos. Ter-se-á infiltrado nos territórios controlados pelo Estado Islâmico. As autoridades suspeitam agora que, a partir da Síria, “Abu Ahmad” tenha recrutado os dois iraquianos que detonaram os explosivos junto do Estádio de França.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub