erdogan

O presidente turco comparou a “práticas nazis” a decisão de vários municípios alemães de proibirem a realização de comícios em apoio ao “sim” no referendo de Abril para reforçar os poderes de Recep Tayyip Erdogan.

Num outro comício, ao fim do dia de ontem, Erdogan dizia que “se quiser”, vai ele próprio “à Alemanha” defender as suas ideias. Vários líderes europeus defenderam a proibição dos comícios nos seus territórios a favor do “sim” no referendo turco, entre os quais o chanceler austríaco. Christian Kern apelou a “uma resposta coletiva da União Europeia para impedir esses eventos de campanha”.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub