7 livros direito constitucional

O cenário das letras Cabo-verdiano conta com mais dois prémios literários nacionais. Uma iniciativa que parte da Academia Cabo-verdiana de letras juntamente com a Biblioteca Nacional e patrocinados pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas.

Orlando Fonseca e Orlanda Amarílis, dois grandes da literatura cabo-verdiana que figuram agora em dois prémios Literários cabo-verdianos. Os dois concursos lançados visam premiar e incentivar escritores cabo-verdianos. Orlanda Amarílis deu um importante contributo para a literatura infanto-juvenil em Cabo verde com livros como a tartaruguinha, Folha a folha e Facécias e peripécias. O prémio Com o seu nome valorizará obras na área infanto-juvenil.

O prémio infanto-juvenil tem um valor de 200 contos e premiará uma obra inédita e criativa.

 O falecido Mário Fonseca também foi homenageado, um poeta revolucionário Ex-combatente da pátria, autor de obras como o mar de rosas e se a luz é para todos contribuíram para o desenvolvimento da poesia nacional.

O prémio Mário Fonseca distinguirá uma obra editada de Janeiro a Dezembro de 2015, que seja inédita, de autor Cabo-verdiano que esteja em crioulo ou português. Quem quiser participar deverá enviar três exemplares da obra à Biblioteca Nacional ou à Academia Nacional.

O Ministro da Cultua e indústrias Criativas marcou  presença no evento ressaltando que é importante que iniciativa como estas perdurem, adiantando que já estão orçamentadas as edições desses dois prémios para os anos 2016 e 2017.

Jornalista: Aníria Teixeira

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub