PN greve

A segurança nacional poderá estar em causa com os mais de 1.100 policiais, associados no Sindicato Nacional da Polícia, que vão estar em greve-geral, seguida de manifestações, entre 30 e 31 de Março, em todo Cabo Verde.

A Policia Nacional tem aproximadamente 1.800 efectivos e estará na iminência de experimentar, pela primeira vez, uma paralisação geral dos serviços. A confirmar, poderá ter repercussão negativa na segurança interna do país, principalmente na Praia, onde o nível da criminalidade é já elevado, podendo ficar com dois dias sem policiamento.

Em causa está um pacote de reivindicações pendentes, com destaque para a nivelação salarial entre os três ramos da PN, sendo elas a Polícia da Ordem Pública, Polícia Marítima, Guarda Fiscal. Ainda também o destino a dar aos 178 mil contos constantes do Orçamento Geral do Estado para este ano para resolver os problemas da instituição.

Conforme o pré-aviso, a resolução dos pendentes, promoção e carreiras, em atraso, é o segundo ponto do caderno reivindicativo. O último refere-se à redução da carga horária que vem prejudicando a grande maioria do pessoal policial, estimado em cerca de 1800 efetivos e a regulamentação do trabalho de turno e não só.

 

Texto: Eduardo Afonso

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub