acrids

A Associação das Crianças Desfavorecidas (Acrides) realizou esta segunda-feira, na Cidade da Praia, uma conferência sobre os direitos das crianças africanas para debater as práticas culturais e os desafios em detrimento dessas condutas.

“Praticas Culturais, e os Direitos da Criança em Cabo Verde: Que Relações e Desafios”, foi o tema dessa conferência que tem como objectivo reforçar o diálogo nacional sobre os direitos das crianças, sobretudo das meninas que vivem nas famílias constituídas por pessoas provenientes da África ocidental.

Segundo a presidente da Acrides, os temas em debate foram analisados numa perspectiva de reflexão sobre a aplicação das disposições da “Carta Africana para os Direitos e Bem-Estar da Criança em Cabo Verde”, bem como uma análise dos possíveis desafios face, às práticas culturais e o respeito pelos direitos da criança.

Essa conferência é fruto de uma parceria entre a Acrides e a Plataforma da Comunidade Africana, que também quer chamar atenção das autoridades nacionais sobre o mal que fazem às crianças através das práticas culturais nefastas, que inclui casamento precoce e a mutilação genital feminina.

É de salientar que a Carta Africana sobre os Direitos e Bem-Estar da Criança reconhece a necessidade de tomar medidas adequadas para promover e proteger os direitos e o bem-estar da criança africana.

 

Texto: Simónica Sanches

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub