logotipo tiver futuro

 

 

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 

 Conferencia de emprensa SISCAP

Os vigilantes anunciaram hoje, uma manifestação até o final da primeira quinzena de Outubro se o Governo não responder o pedido da comissão paritária, no sentido de se criar as condições para no quadro do Orçamento do Estado para 2019, implementar o Acordo Colectivo do Trabalho.

Em conferência de imprensa, hoje, na Cidade da Praia, Secretário Permanente, Francisco Furtado avançou que estão a denunciar a letargia do governo pelo não aprovação do instrumento normativo do pessoal vigilante das empresas de segurança privada.

O mesmo disse que os vigilantes das empresas de segurança privada, inscritos no Sindicato da Indústria, Serviços, Comércio, Agricultura e Pescas (SISCAP) acusou o Governo de ser responsável pela situação precária que vivem os vigilantes das empresas de segurança privada em Cabo Verde.

Francisco Furtado avisou que se até ao final da primeira quinzena de Outubro o Governo não responder ao pedido da comissão paritária, no sentido de se criarem as condições para no quadro do Orçamento do Estado para 2019, implementar o ACT e tomar uma série de outras medidas como a regulação económica do sector, os vigilantes vão partir para uma manifestação.

O sindicato e os vigilantes querem uma nova grelha salarial, a regularização dos descontos para o INPS, pagamento das horas extras, regularização do horário de trabalho.

A Comissão percebe que com a valorização do sector, as empresas estão em condições de pagar um salário digno aos trabalhadores do sector, conforme estabelece a convenção.

 

 

 

Redação

 

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub