logotipo tiver futuro

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 

 Primeira dama reconhece que a proposta de Lei da Paridade não vai ser um processo fácil

A primeira-dama, Lígia Fonseca, reconheceu ontem, 9, na Cidade da Praia, que a proposta de Lei da Paridade não vai ser um processo fácil, sendo que a mesma vai exigir o compromisso e envolvimento de todos.

Segundo diz Lígia Fonseca, o princípio da paridade vai exigir que se mexa em muita das leis para que a paridade possa existir a todos os níveis.

No seu entender, se os homens e mulheres se unirem por esta causa, juntos conseguem produzir leis mais justas, eficazes, mas também uma sociedade mais tranquila e com mais paz.

Para a presidente do Instituto Cabo-verdiano para Igualdade e Equidade do Género (ICIEG), Rosana Almeida, é fundamental informar e trabalhar com as Organizações Não Governamentais (ONG) e a sociedade civil que vão estar no terreno, mas também criar condições para que essa lei se efective e libertar as mulheres para que possam ocupar esses cargos.

Por outro lado, disse que é precisa saber como é que a questão do género está a ser tratada nas empresas em Cabo Verde, mas também realizar estudos para analisar a disparidade salarial no país.

 

 

 

Fonte: Inforpress

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub