electra

O SISCAP teve insucesso nas negociações com a Electra na reunião realizada no passado dia 29 de Novembro, sobre a inflexibilidade do seu conselho de Administração, por isso reuniu-se com esses trabalhadores em busca de soluções viáveis. São cerca de 74 trabalhadores “afetos” a este sector, que junto do SISCAP decidiram fazer uma manifestação de protesto com o secretismo mantido em relação ao processo de desafetação da Electra nas actividades de distribuição de água e saneamento que passam a estar sob a responsabilidade da empresa Intermunicipal " Águas de Santiago".

Joaquim Tavares, acrescentou que tudo isso aconteceu depois de “decorridos cinco anos” sem qualquer melhoria salarial e num “profundo comprometimento” dos trabalhadores em aguardarem a melhoria da situação económica e financeira da empresa.

“O SISCAP está disponível para o diálogo e espera ser chamado pela empresa tão breve quanto possível para evitar que os trabalhadores tenham que fazer uso do seu último recurso na busca de satisfação pelas justas reivindicações em pauta”, diz o secretário permanente. A greve abrangerá todos os trabalhadores associados na ilha de Santiago e nas outras ilhas como Fogo, Brava, e Maio.

 

Texto: Simónica Sanches

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub