Venezuela Estados Unidos sancionam Maduro por Constituinte

Após as eleições para a Assembleia Constituinte na Venezuela, onde votaram mais de 8 milhões de pessoas, a segunda-feira foi marcada por manifestações da oposição, que apelou a mais protestos na quarta-feira, dia em que a Assembleia Constituinte deve tomar posse.

Do lado dos opositores do presidente venezuelano, há quem considere que a constituinte é uma ameaça. A procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, afirmou, segunda-feira, que ordenou uma investigação por crimes contra a humanidade que considera terem sido cometidos após a convocatória da eleição para a Assembleia Constituinte.

Entretanto, o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, rejeitou as sanções que lhe foram impostas pelos Estados Unidos, que são o principal importador do crude venezuelano.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub