vulcao

São já mais de 57 mil os deslocados causados pela atividade do vulcão Agung, na ilha indonésia de Bali. Segundo a agência indonésia de gestão dos desastres, mesmo se a situação é considerada crítica, não há certezas de que o Monte Agung vá entrar em erupção. 

Este organismo diz que houve, desde sexta-feira, um aumento da atividade vulcânica e da subida de magma à superfície.

Antes de o vulcão entrar em atividade, viviam 80 mil pessoas na zona de segurança de um raio de 12 quilómetros em redor da cratera, no leste da ilha, a cerca de 45 quilómetros da capital regional, Denpasar. Os deslocados estão a ser distribuídos por mais de 350 refúgios.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub