Turquia Mais 117 militares detidos

A Turquia prendeu mais 117 militares, acusando-os de envolvimento no golpe militar falhado de 2016. Desde o início do ano, a polícia turca prende uma média diária de cinco pessoas por suspeita de ligações a Fethullah Gülen, exilado nos Estados Unidos, e que Ancara acusa de ter instigado o golpe.

Na origem da operação está uma investigação centrada nas Forças Armadas estacionadas na cidade de Izmir, a terceira maior do país, mas as incursões estão a afetar mais 45 províncias, segundo escreve o Diário de Notícias. De acordo com a mesma fonte, entre os detidos há oficiais dos mais diversos ramos.

Desde o início de 2017 que a polícia turca prende uma média diária de cinco pessoas, sob a acusação de manterem ligações com a confraria de Fethullah Gülen, o predicador exilado desde 1999 nos EUA e que Ancara acusa de ter instigado o golpe.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub