governocatalaorejeita

O governo catalão responde à opção de Madrid de suspender temporariamente a autonomia do território, recusando a convocação de eleições antecipadas ao abrigo do artigo 155 da Constituição.

O porta-voz do governo Jordi Turull rejeitou este domingo qualquer possibilidade de seguir o roteiro definido pelo governo central, quando o presidente do executivo regional, Carles Puigdemont, convocou uma nova reunião plenária do parlamento para decidir se mantém a suspensão da declaração de independência, esta segunda-feira.

O governo catalão tem agora menos de uma semana antes que as medidas anunciadas ontem pelo governo central, criticadas como “um golpe de Estado” sejam aprovadas no Senado, na próxima sexta-feira, quando o partido governamental PP conta com uma maioria na câmara alta.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub