parlamentoeuropeu

O Parlamento Europeu aprovou esta quinta-feira a condenação de todas e quaisquer formas de violência sexual. Lamentou a facilidade com que este tipo de assédio é por vezes tolerado e apelou à denúncia e à “tolerância zero” dentro da própria instituição. Desde há três anos, sempre que alvo de um novo assédio ou ouve-se falar de algum caso similar, Jeanne Ponte regista-o num pequeno caderno.

A assistente de 27 anos do eurodeputado socialista espera convencer mais e mais vítimas a fazerem-se ouvir, embora reconheça que nem sempre é fácil pelo medo de perderem o em prego. Uma resolução contra o assédio sexual nos corredores do Parlamento Europeu foi colocada a votação esta quinta-feira em Estrasburgo. A proposta foi aprovada com 580 votos a favor, 27 abstenções e dez votos contra.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub