movimentometoo

França foi palco de várias manifestações contra as agressões sexuais. Participantes alertam: o "silêncio mata". No ano passado, as diferentes formas de agressões provocaram a morte a 123 mulheres em França.

“Penso muito na minha filha e na minha neta. E, claro, penso também noutras pessoas da minha família. Penso nas diferentes gerações. É preciso parar com isto porque não somos objetos” refere uma manifestante. Outra adianta:“É importante que as mulheres e, mesmo, os homens agredidos possam falar livremente e que esta questão deixe de ser tabu.”

Manifestações que ganharam força com o escândalo de Harvey Weinstein, o produtor norte-americano que durante anos terá assediado dezenas de actrizes. Muitas decidiram, recentemente, dar a cara impulsionando o movimento hastag #MeToo.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub