mossoubarzani

O presidente do Curdistão iraquiano anuncia uma retirada estratégica em pleno clima de tensão com Bagdade após o referendo independentista no território. Massoud Barzani anunciou que vai abandonar o cargo no dia 1 de Novembro, rejeitando voltar a prolongar o mandato que expirou há quatro anos, numa carta endereçada ao parlamento.

O primeiro e único presidente do território autónomo, desde a sua criação em 2005, anunciou que vai regressar às fileiras dos combatentes “Peshmerga”, lamentando a falta de apoio da comunidade internacional e as sanções de Bagdade após a vitória do SIM na consulta popular de Setembro.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub