catalunhajusticaquerjulgarlideres

O procurador espanhol, José Manuel Maza, iniciou esta segunda-feira o processo judicial que pode levar à acusação por rebelião do presidente destituído da Catalunha, três dias depois da declaração da independência da província. Em causa estão Carles Puigdemont, os membros do governo catalão e os membros da mesa do parlamento.

O procurador pede a presença com urgência dos visados, mas Puigdemont e vários membros do governo catalão estão na Bélgica. O advogado Paul Bekaert, perito em questões de asilo, confirma que se reuniu com Puigdemont na segunda-feira.

No entanto, em Espanha, a acusação do crime de rebelião é passível de uma pena de até 30 anos de prisão.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub