crisecatalao

A liberdade condicional aplicada a Carles Puigdemont e a quatro conselheiros do ex-governo regional da Catalunha, pela justiça belga, ameaça causar ainda mais dano à já tensa relação entre este país e Espanha.

Durante o fim-de-semana, Jan Jambon, vice-primeiro ministro da Bélgica, que é um nacionalista flamengo, criticou o governo central de Madrid pela gestão da crise na Catalunha. Em causa está a decisão da justiça espanhola de deter vários políticos catalães do movimento pró-independência.

O ex-primeiro-ministro socialista da Bélgica, Elio di Ruppo, também se mostrou crítico do governo de Espanha, escrevendo, no Twitter, que “Puigdemont abusou da sua posição, mas Rajoy comportou-se como um franquista autoritário.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub