sindicatosgregos

Milhares de trabalhadores protestaram fora do parlamento grego na quinta-feira, contra as políticas de reforma económica do governo de esquerda, que incluem planos de alteração da legislação sobre a greve. 

A realização de paralisações laborais passará a ser mais difícil se a nova regulamentação for aprovada, o que não agrada aos sindicatos gregos, tradicionalmente influentes.

Os manifestantes exigiam igualmente a proteção dos salários, o aumento do salário mínimo e o fim da política de expropriação de imóveis de cidadãos que não conseguiram pagar os créditos hipotecários.

O protesto foi organizado pelo sindicato comunista (PAME), que considera o programa de reforma do governo um atentado aos direitos dos trabalhadores.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub