francahomanegeavitimasdoatentadodeparis

Emmanuel Macron vai participar nas homenagens previstas para hoje, em Paris e Saint-Denis, em todos os locais onde aconteceram os ataques. A França recorda as vítimas do ataque terrorista mais mortífero na história do país. Esta segunda-feira, passam dois anos desde os ataques coordenados no Stade de France, na sala de espetáculos Bataclan e em vários cafés e restaurantes, na zona norte de Paris.

Morreram 130 pessoas e mais de 350 ficaram feridas. Emmanuel Macron vai participar nas homenagens previstas para hoje, em Paris e Saint-Denis, em todos os locais onde aconteceram os ataques. No final de outubro, o presidente francês assinou a nova lei antiterrorista, que substitui o estado de emergência, em vigor desde os ataque de 13 de novembro de 2015.

Na sua conta do twitter, o ministro do interior francês escreveu que a ameaça continua elevada e a vigilância é máxima.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub