logotipo tiver futuro

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 

 Pelo menos 63 pessoas morreram no incêndio em Paradise na Califórnia

Pelo menos 63 pessoas morreram no incêndio em Paradise, na Califórnia, e 631 foram dadas como desaparecidas, anunciaram as autoridades norte-americanas. O número de desaparecidos duplicou em poucas horas, vítimas de um incêndio que já obrigou mais de 50 mil pessoas a abandonar as suas casas. A Casa Branca já anunciou que Donald Trump vai este sábado à Califórnia para se encontrar pelas pessoas afectadas por este incêndio.

Em conferência de imprensa, o xerife do condado de Butte, Korey Honea, afirmou que o incêndio, que já destruiu mais de 9.700 casas, continua a ser combatido por cerca de 5.000 bombeiros. Em todo o Estado, há mais de nove mil bombeiros a combater as chamas em área já massacradas pela seca prolongada.

O incêndio em Paradise, com cerca de 27 mil habitantes, é já o mais mortífero na história da Califórnia, desde que existem registos. Em 1933, um fogo em Griffith Park, em Los Angeles, tinha causado 29 mortos. É um dos incêndios mais gravosos da história dos Estados Unidos, desde o século XIX.

Mais de 80 pessoas morreram no incêndio Big Burn, em agosto de 1910. Dois incêndios deflagraram na semana passada no sul e no norte do estado da Califórnia e rapidamente avançaram em várias frentes, alimentados por ventos fortes, destruindo dezenas de milhares de edifícios e obrigando ao encerramento de escolas, ao corte de estradas e à evacuação de localidades inteiras.

De acordo com as autoridades, os dois incêndios já deixaram mais de 52.000 desalojados. Os centros de acolhimento são montados um pouco por todo o lado, até mesmo em estacionamentos de supermercados. Serão estes os locais e as pessoas que o presidente norte-americano deverá visitar, já este sábado.

 

 

 

Texto: Grace Cabral

Fonte: Euronews

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub