logo natal

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiver

emigrantes

A Itália quer acolher menos migrantes mas em melhores condições. O governo italiano apresentou ontem um novo plano migratório que prevê a aceleração dos processos de expulsão de pessoas sem direito a asilo, mas também a repartição dos recém-chegados por mais centros espalhados por todo o território.

O anúncio foi feito durante a visita do presidente tunisino ao país para discutir o reforço da cooperação em matéria de migração e de luta contra o tráfico de seres humanos. O encontro ocorre num momento em que Itália tenta reativar os acordos de readmissão de migrantes com países como a Tunísia, o Egito ou a Nigéria.

Nos últimos três anos as autoridades italianas acolheram mais de meio milhão de refugiados, a maioria provenientes de África e 60% dos quais sem direito a asilo. O país alberga atualmente cerca de 175 mil requerentes de asilo, em centros 

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub