logotipo tiver futuro

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 José Antonio paicv

De acordo com o primeiro-secretário e líder da bancada do PAICV, José António Correia, apesar da situação difícil que se vive no município de São Lourenço dos Órgãos, no interior de Santiago, o presidente da Câmara “tem priorizado algumas obras de beneficiação às empresas amigas e companheiros do seu partido”, o MpD.

Segundo diz o exemplo claro disso é a obra de acesso à casa da deputada da Nação e da vereadora de Câmara, obra essa orçada em 12 milhões de escudos, que no seu intender cobriria dez tetos de casas dos pobres.

O mais grave disso tudo é que a obra foi realizada “sem concurso público, por ajuste directo, num autêntico atropelo à lei”. “Portanto, não há transparência e não se sabe também quem é o responsável pela fiscalização da obra”, refere Correia.

Para o PAICV, a melhor forma de tornar sustentáveis as obras em curso seria integrá-las num plano operacional de infraestruturação municipal, estendê-las às periferias e devidamente articulado com os interesses e necessidades locais dos segmentos populacionais.

Correia salienta ainda que o processo de infraestruturação urbana deverá também obedecer a intervalos regulares, para que todos os problemas encontrem o melhor nível para a sua resolução.

No entanto, no entender do líder da bancada do PAICV, o que se vem constatando é que algumas obras em curso, “não se configuram de forma específica no plano orçamental, sendo certo que o processo de planeamento urbanístico prevê a garantia da sua própria eficácia, determinando, nesse sentido, que os planos possam ser concretizados correcta e atempadamente, assim se legitimando pelos seus resultados positivos”.

Para José Correia, a política daquela autarquia fica muito à margem daquilo que são os reais e agudos problemas do município.

 

Fonte: A Nação

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub