logotipo tiver futuro

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 

 Eugenio Veiga

O vereador sem pasta da câmara de São Filipe, eleito pela lista do PAICV, Eugénio Veiga, considerou hoje que a “ilha do Fogo está “quase esquecida, senão abandonada” e não deve continuar a merecer exclusivamente “intervenções emergenciais”.

Segundo o mesmo, neste momento não se fala de energias renováveis, saneamento e do sistema de esgoto para a cidade, modernização e extensão do aeródromo e a sua iluminação “caiu no esquecimento”, a melhoria do porto e das infra-estruturas de pesca, a reabilitação das infra-estruturas de rega gota a gota, de montantes previstos para os próximos dois anos, como vem acontecendo noutras paragens, e a implementação do pólo universitário.

Para o ex-autarca de São Filipe “a ilha não deve continuar a merecer exclusivamente intervenções emergenciais”.

Segundo Veiga, a ilha, tem a sua potencialidade e o poder público deve ter uma “visão própria” do seu processo de desenvolvimento, e não condicionar a implementação de uma ou outra acção à situação emergência, como tem acontecido até agora, frisou.

“O Governo deve pensar na ilha do Fogo valorizando aspectos cultural, turístico e marítimo, porque continuando como está o Fogo não conhecerá o ritmo de desenvolvimento desejado e o índice de pobreza terá um crescimento exponencial”, advogou o vereador sem pasta da edilidade de São Filipe, para quem, neste momento, já é visível nas zonas centro e sul da ilha o “desanimo e o sofrimento” das pessoas, que “será maior do que no ano passado”, porque “não há reserva alimentar e de pasto”, defendo uma “intervenção humanitária emergencial”.

 

 

 

 

Fonte: Inforpress

 

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub