logotipo tiver futuro

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

jorge carlos

Na sequência da comemoração do dia Mundial da Justiça Social, instituído pela ONU, em 2009, visando promover conjuntamente esforços para combater a pobreza, a exclusão social e o desemprego, o Presidente da República, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, deixa sua mensagem referente à efeméride, realçando que, “mais do que tudo, a justiça social é um imperativo ético que deve nortear toda e qualquer decisão pública”.

Em nota, o chefe de Estado salienta que em Cabo Verde o fomento da Justiça Social passa pela avaliação do impacto das opções políticas sobre as pessoas, as comunidades e grupos sociais, incluindo medidas compensatórias para cidadãos cuja situação se deteriorou em virtude de uma decisão política com efeitos, à partida, negativos para uma comunidade ou grupo social.

Por outro lado, as desigualdades sociais reflectem as assimetrias regionais, que vêm crescendo e acentuando-se nos últimos anos, daí a necessidade de uma profunda ponderação das políticas públicas a adoptar. “É sabido que Cabo Verde passou, nos últimos anos, de país de emigrantes para país de imigrantes, com a chegada de vários milhares de irmãos nossos do continente.

Tal transformação da nossa sociedade, passando a ser também de acolhimento, importa importantes adaptações do ponto de vista legal e laboral. E como em todas as sociedades de acolhimento, precisamos garantir os seus direitos e a sua inserção, procurar promover a sã convivência e fazer de Cabo Verde um país respeitador das suas comunidades residentes”, assegura o PR.

O tema escolhido deste ano, em prol da celebração do dia Mundial da Justiça Social, foi “Trabalhadores Imigrantes: em busca da Justiça Social”. Este, que deve ser entendido por todos os quadrantes como um alerta para a situação de milhões de pessoas, homens, mulheres e crianças, tanto para os que estão no país e fora do continente, que se arremessam contra todas as barreiras naturais, com o risco da própria vida, em busca de condições mínimas de sobrevivência, conforme avança a mesma fonte.

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub