logotipo tiver futuro

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias

O director-geral do Ensino Superior, Ciência e Inovação, Aquilino Varela, anunciou hoje, no Paul, a entrada em funcionamento do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias (ISCTA) no ano lectivo 2019/2020, em Santo Antão.

Segundo Aquilino Varela, “o governo pretende transformar o Ensino Superior num eixo estratégico de desenvolvimento do país, competitivo no contexto global e vocacionado para as potencialidades das regiões”, daí a escolha das Ciências e Tecnologias Agrárias para a implementação desse nível de ensino na ilha de Santo Antão.

“Trata-se da criação de uma instituição de Ensino Superior com vértice nas potencialidades da ilha, mas com vocação para servir o país, alinhado com o mundo”, disse Aquilino Varela, acrescentando que “trazer um figurino de Ensino Superior para Santo Antão com esta especificidade não circunscreve as escolhas formativas dos jovens de Santo Antão a esta instituição”, pelo contrário, aumenta-lhes o leque de escolhas.

Aquilino Varela explicou que esta estratégia acautela as referências que o Banco Mundial põe em relevo, de “criar ou incentivar a criação de Institutos Superiores ou Universidades conectadas com as potencialidades das regiões com vocação voltada para o mundo” e está alinhada com a instituição do “Campus do Mar”, em São Vicente, com foco na vocação marítima da ilha.

“Se estamos a posicionar Santo Antão para dar respostas nacionais ao nível das tecnologias agrárias, também estamos a posicionar São Vicente para dar resposta aos desafios estruturantes relativamente ao mar”, disse o director-geral, admitindo que essa potencialidade da ilha do Monte Cara “nunca foi explorada com a devida cientificidade”.

Para a implementação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias (ISCTA) de Santo Antão, o governo já conta com a assessoria técnica do Instituto Superior de Agronomia de Portugal que enviará uma equipa técnica a Santo Antão para apoiar a montagem do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias (ISCTA), salvaguardando o seu “core business”, a investigação agrária e a sua ligação ao mercado de trabalho.

 

 

 

Fonte: Inforpress

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub