logotipo tiver futuro

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 Jardim Gulbenkian

Mais de 100 crianças foram matriculadas no Jardim Gulbenkian, e neste momento não funciona, porque o Governo resolveu acabar com a Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade (FICASE), com isto colocou em desemprego 13 monitoras segundo Julião Varela.

Conforme avançou o porta-voz, Julião Varela, numa visita feita ao Jardim Gulbenkian, o Governo disse que ia assumir o ensino pré- escolar, criando creches para as crianças para que as mães pudessem ficar disponíveis para trabalhar mas o que se depara é um “total abandono”. O mesmo acrescentou que neste momento o jardim não funciona porque o Governo resolveu acabar com a Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade (FICASE), colocando em desemprego 13 monitoras.

No jardim Gulbenkian, trabalham 12 monitoras e, conforme a monitora Norberta Tavares, que conta com 31 anos de serviço, disse que tinham dito que os que não forem para reforma antecipado, iam para a mobilidade do Estado, no entanto isto não aconteceu para as monitoras deste jardim infantil.

Norberta Tavares disse que desde o mês de Maio de 2017 que receberam o anúncio que a instituição ia extinguir, no entanto não receberam nenhum documento escrito, e ninguém por parte do Governo explicar o porquê.

O jardim era para ter estado em funcionamento desde o dia 10 de Setembro. Os pais estão à espera de uma resposta até o dia 1 de outubro para ver se vão colocar os seus filhos noutros jardins infantis.

 

 

 

Redacção

 

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub