logotipo tiver futuro

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 

 Ulisses Correia e Silva realça que o acordo de pesca é melhor que Cabo Verde já fez com UE

O novo acordo de pesca com UE autoriza a captura 8.000 Toneladas de atum e espécies afins em águas cabo-verdianas. Em contrapartida, a UE pagará a Cabo Verde uma contribuição financeira de 750.000 euros por ano (que corresponde a 82.698.750 ECV o). Ulisses Correia afirma que é melhor acordo que o País já fez com UE neste âmbito).

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, afirmou que o novo acordo enquadra-se numa abordagem mutuamente vantajosa com inovações e ganhos a nível a economia marítima. O mesmo destacou ainda que este acordo é apenas um dos instrumentos de uma parceria muito mais vasta para a promoção e o desenvolvimento da economia marítima.

O executivo sublinha ainda que questões das pescas estratégicas para o desenvolvimento do sector e da economia azul foram colocadas como foco central do processo negocial. As contrapartidas financeiras aumentaram de uma forma significativamente, ressalta o Primeiro-ministro.

Salvaguarda da pesca responsável e sustentável; pesca de espécies altamente migratórias; alinhamento do acordo com as melhores práticas e recomendações internacionais; envolvimento da comunidade científica cabo-verdiana e da União Europeia na monitorização da actividade pesqueira, fortalecer a colecta e análises de dados para desenvolver um plano nacional de acção para conservação e gestão dos tubarões foram alguns dos pontos importantes destacados pelo Primeiro-ministro.

Uma outra inovação é, segundo o Primeiro-ministro, a inclusão das comunidades costeiras no desenvolvimento da economia que traduza na modernização das actividades de pesca, formação, capacitação técnica operacional dos pescadores Cabo-verdianos, criação de novos postos de emprego, segurança de pescadores a bordo. Por estas e outras razões Correia e Silva considera que é o melhor acordo que Cabo Verde já assinou neste âmbito.

É de realçar que o novo protocolo entrará em vigor quando os procedimentos legislativos necessários para a sua conclusão estiverem concluídos.

 

 

 

Redação

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub