logotipo tiver futuro

 

 

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 

 Ministerio

O Ministério da Saúde e Segurança Social assinou nesta terça-feira um protocolo de cooperação com a Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do apoio ao controlo do cancro, tendo como o objetivo contribuir para a melhoria dos cuidados de saúde na área da oncologia, com impacto expectável no prognóstico das doenças oncológicas.

O protocolo de cooperação foi assinado no âmbito do apoio ao controlo do cancro, que de acordo com o administrador da Fundação Guilherme d’Oliveira Martins, trata-se da continuidade de uma colaboração extremamente fecunda, realçando os resultados alcançados no projeto piloto. No entanto destaca que em termos de investigação científica no mundo relativamente às doenças oncológicas está-se a dar um passo significativo.

Do lado do Ministério da Saúde e Segurança Social, o seu ministro, Arlindo do Rosário, afirmou que Cabo Verde está a passar por um momento importante, tendo também desafios e custos essenciais. Entretanto, destacou que o governo está a trabalhar na prevenção de doenças oncológicas, tendo o país, um plano estratégico nacional de controlo do cancro, 2018-2022.

Cabo Verde tem uma taxa de 30% em evacuações para Portugal no que refere aos casos de cancro no país. Ainda sobre a assinatura deste protocolo, de cooperação, o ministro explicou que a área da radioterapia estará numa face muita mais avança.

O projecto "Melhoria do diagnóstico e tratamento das doenças oncológicas em Cabo Verde" irá decorrer até 2020, visando os dois hospitais centrais de Cabo Verde: o Hospital Agostinho Neto na cidade da Praia e o Hospital Dr. Baptista de Sousa em Mindelo.

 

Redação

 

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub