logotipo tiver futuro

 

 

banner Tiverbanner Tiverbanner Tiverlivetvtiver

 

 Manuel Veiga classifica de aberração uma comunidade com a mesma língua com códigos de escrita diferentes

O presidente da mesa da assembleia-geral da Academia Cabo-verdiana de Letras (ACL), Manuel Veiga, disse que é uma aberração ter uma comunidade com a mesma língua e com códigos de escrita diferentes.

O linguista e investigador cabo-verdiano, ex-ministro da Cultura, fez essas considerações em entrevista à Inforpress a propósito do novo Acordo Ortográfico, tendo realçado que ter uma comunidade com a mesma língua e com códigos de escrita diferentes “não facilita a internacionalização do português e tem incidências gravosas na economia da língua”.

Manuel Veiga, explicou, no entanto, que não é a primeira vez que a escrita do português sofre alteração citando como exemplo o caso de 1911 ocorrido em Portugal, que na sua óptica “foi uma das alterações mais significativas”.

Por isso, Manuel Veiga diz-se certo de que o actual acordo da língua portuguesa “não vai ser o último”, porque outras modificações, a seu tempo, voltarão a ser feitas. “A língua é viva e dinâmica. A escrita que a representa tem que ser dinâmica também”, reforçou.

Quanto à uma nova revisão, Manuel Veiga acredita que Cabo Verde não se vai posicionar isoladamente, no presente o no futuro, porque nunca o fez no passado.

 

 

 

Fonte: Inforpress

 

Pub

  1. NOTÍCIAS »
  2. Destaques
  3. Recentes

Pub