130 PESSOAS RETIRADAS DOS ESCOMBROS DO TEATRO DE MARIUPOL

Prosseguem as operações de resgate no teatro de Mariupol, e apesar de ter ficado reduzido a escombros, já foi possível retirar várias pessoas do local.

É ainda incerto o destino de grande parte das pessoas que estavam na cave do teatro de Mariupol, abrigo para mais de mil nas últimas semanas.

Até ao momento 130 foram retiradas do edifício que ficou reduzido a escombros depois do ataque aéreo, mas os constantes bombardeamentos tornam quase impossíveis as operações de resgate no local.

O ministro da Cultura italiano prometeu entretanto ajuda de Itália para reconstruir o teatro quando for possível. Mas no terreno, o tempo é tomado pelo conflito, que avança na região, com novas investidas do exército russo.

Mariupol é actualmente uma cidade em ruínas, sobrevive-se com cada vez menos e poucos arriscam sair dos abrigos para procurar água ou comida. Sem expressão de culpa no olhar, na apatia da incerteza, os que conseguem fugir tentam salvar o que sobra de tudo o que deixaram para trás.

Cerca de 30 mil pessoas deixaram Mariupol desde o início da invasão russa. No entanto, 350 mil continuam na cidade portuária sem conseguir fugir.

O agravar da insegurança também forçou a equipa do Comité Internacional da Cruz Vermelha a abandonar a cidade cercada pelos russos, e só será substituída quando receber as garantias de segurança necessárias.

As autoridades avançam que entre 80 e 90% dos edifícios da cidade foram destruídos pelas forças russas, incluindo casas, escolas e hospitais.

Fonte: SIC Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *