AÇÃO DE CAPACITAÇÃO SOBRE PALUDISMO PARA JORNALISTAS

O Instituto Nacional de Saúde Pública e o CCS-SIDA vão realizar uma ação de capacitação sobre o Paludismo, abordando tópicos essenciais do processo de eliminação e a situação epidemiológica do Paludismo em Cabo Verde.

O Paludismo constitui um problema de saúde pública, a nível mundial. Em Cabo Verde, nas últimas décadas, a doença tem sido instável, com uma transmissão sazonal, esporádica, de baixa endemicidade bastante variável de ano para ano, responsável de uma flutuação da mobilidade, com picos cíclicos, dependendo muito das chuvas.

Após a última epidemia de 2017, com mais de 420 casos locais, ganhos significativos têm sido alcançados nessa matéria, e desde Fevereiro de 2018, que o país não regista casos locais/autóctones, cumprindo assim os requisitos da eliminação. Actualmente, Cabo Verde encontra-se na fase de preparação da certificação de eliminação do paludismo junto da OMS. Contudo, para alcançar esse feito é necessário o envolvimento e engajamento de todos.

Sendo o país conhecido pelo seu grande potencial turístico, a eliminação da transmissão local do paludismo trará um grande ganho para a economia e para a saúde pública do país.

Fonte: Governo // Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.