BOMBARDEAMENTOS RUSSOS INTENSIFICAM-SE EM MYKOLAIV, BAKHMUT E KHARKIV

Bombardeamentos russos intensificam-se em Mykolaiv, Bakhmut e Kharkiv. Autarca de Mykolaiv denuncia “vários alvos civis”, entre os quais um hospital inaugurado em 2019.

“Nada mais do que terrorismo cínico das tropas russas”. Foi desta forma que o autarca de Mykolaiv, no sul da Ucrânia, classificou o último ataque a um hospital da cidade.  Oleksander Senkevich sublinhou esta segunda-feira que as tropas russas atacaram “vários alvos civis”, entre os quais o hospital inaugurado em 2019. 

As imagens divulgadas pelos Serviços de Emergência da região, mostram as chamas no edifício e a cratera deixada pelo ataque.

Os bombardeamentos russos também continuam na linha da frente na cidade de Bakhmut, em Donetsk. O incêndio acaba de destruir o pouco que ficou de pé e o fogo de artilharia não para.

Os moradores destes bairros não têm alternativa a não ser fugir.

A norte, em Kharkiv, a principal preocupação dos locais é alimentar-se. Dezenas de pessoas fazem fila na segunda cidade da Ucrânia para obter ajuda alimentar, mesmo correndo o risco de serem alvos fáceis para a artilharia russa.

Um voluntário ucrâniano explica que os civis acabam por se habituar e já só pensam em ter alguma coisa para comer. De qualquer forma, quando os bombardeamentos ocorrem mais perto, poucos são os que arriscam sair à rua”

Entretanto, após a destruição da ponte principal de acesso a Kherson para evitar o avanço das tropas de Moscovo, imagens da televisão estatal russa agora mostram o que dizem ser uma balsa e um pontão improvisados a ser usados para ajudar os moradores a atravessar o rio Dnieper com entregas de alimentos.

Fonte: Euronews

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.