BOTAFOGO CONSENTE EMPATE (0-0) CASEIRO ANTE O PALMEIRA

O Botafogo Futebol Clube empatou hoje, no campo de São Lourenço, a zero com o Grupo Desportivo Palmeira, da ilha do Sal, em jogo da primeira mão das meias-finais do campeonato nacional de futebol.

Apesar da entrega dos jogadores de uma e de outra equipa, o jogo foi equilibrado e o resultado, na opinião dos dois treinadores se ajusta perfeitamente.

As oportunidades de golo foram escassas e os poucos que surgiram, quer do lado do Botafogo, que devia ter a iniciativa por jogar em casa, quer do da Palmeira foram desperdiças ou foram travadas pelos guarda-redes.

Aos 17 minutos do jogo a formação do Botafogo pediu grande penalidade, mas nem o assistente nem o árbitro central encontraram razão para a marca do castigo máximo.

Na passagem do minuto 18, Sy deixou para trás quatro jogadores de Palmeira, mas não conseguiu o seu objetivo que era marcar, e no minuto 20 foi a vez de Palmeira reclamar de uma grande penalidade, que também não foi assinalada.

A grande oportunidade de golo surgiu aos 22 minutos e para o Botafogo, mas com o guarda-redes da Palmeira atento e a defender e, no minuto 33, Latche, da Palmeira, desperdiçou uma hipótese, para, no minuto seguinte, Rendrik a rematar ao lado.

A segunda metade do desafio foi mais pobre em situações de concretização para as duas equipas, e o jogo terminou sem que o placar funcionasse.

O treinador do Botafogo, Danilo Dinis, considerou que o empate e o facto de não ter sofrido golo em casa é positivo, reconhecendo que o cansaço da viagem e o stress da equipa ter permanecido alguns dias retida na Cidade da Praia pesou neste jogo.

Fonte: Inforpress // Ad: Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.