CABO-VERDIANA REVELA JORNADA DE AUTOCONHECIMENTO ATRAVÉS DA ARTE

Eveline Amado, uma jovem artista cabo-verdiana, compartilhou, no âmbito do Dia Internacional da Mulher, a sua jornada de autoconhecimento através da arte. O desejo da artista é aspirar que as mulheres cabo-verdianas sejam cada vez mais reconhecidas nesse campo artístico.

Nascida na cidade da Praia, residente no Brasil, de nome artístico Evy Amado, sempre nutriu um fascínio pelo desenho. No entanto, foi em 2022, quando cursava Arquitetura e Urbanismo, que “mergulhou de cabeça” no mundo da pintura.

Com menos de dois anos na área, Evy Amado realizou sua primeira exposição individual em janeiro do ano passado, no Brasil, uma conquista que não esperava alcançar tão cedo.

Neste momento, está se preparando para sua próxima exposição, que acontecerá de 27 de Março a 27 de Abril, no Palácio da Cultura Ildo Lobo. Intitulada “Rêgo, Trança bo Caminho de Volta”, este projecto reflecte uma realidade que a ajudou a reconectar com as suas raízes.

Com essa exposição, perspectiva não apenas celebrar, reafirmando a beleza dos nossos cabelos, mas também promover uma mensagem de auto aceitação e orgulho da herança africana.

A artista revelou que sua inspiração vem principalmente das suas leituras, especialmente da escritora nigeriana Chimamanda Adichie. Num dos seus livros ela explora a experiência de uma nigeriana estudando nos Estados Unidos e aborda questões relacionadas aos cabelos.

Futuramente, a jovem almeja colaborar com uma estilista na criação de uma coleção de roupas, em que suas pinturas serão incorporadas às peças.

Fonte: Inforpress // ad: redação tiver

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *