“CABRAL PREVIA SER OBJETO DE ASSASSINATO” – ACOLP

O dia dos heróis nacionais é assinalado no dia do aniversário da morte de Amílcar Cabral e é também comemorado em memória de todos aqueles que lutaram e deram as suas vidas pela independência de Cabo Verde. O então líder do PAIGC continua a ser evocado em vários quadrantes como figura de herói.

Assinalam-se hoje, os cinquenta anos do assassinato em Conacri de Amílcar Cabral, em circunstâncias ainda por esclarecer, e presta homenagem aos que lutaram pela independência do país. 

O Presidente da Associação dos combatentes da libertação da pátria, disse que Cabral, previa que pudesse ser objeto de um assassinato e que a luta ainda não terminou. 

Manuel Pereia, aproveitou a ocasião, para lembrar que ACOLP é associação de patriotas que querem seguir o exemplo de Amílcar Cabral, e preservar a história.

Após o corte do subsídio de 80 mil escudos mensal, feito pelo Governo, Manuel Pereira, afirma que estão a encarar essa situação com serenidade, uma vez que o governo deve fazer parte da ACOLP, já que é uma instituição que tem como objetivo salvaguardar os princípios básicos da identidade cabo-verdiana.

A associação ACOLP conta com mais de 200 combatentes da pátria, sendo que a maior parte deles vivem com dificuldades. De realçar que essa associação não decide quem tem estatuto do combatente de liberdade da pátria, já que Assembleia Nacional é encarregada dessa função. 

Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *