CORREIA DO NORTE NEGA FORNECIMENTO DE ARMAS À RÚSSIA

A Coreia do Norte afirma que não exportou armas para a Rússia durante a guerra na Ucrânia e nem tem planos para fazê-lo. Acrescentou que os relatórios dos serviços secretos norte americanos sobre transferências de armamento foram uma tentativa de manchar a imagem da Coreia do Norte e sugere devem parar de fazer “comentários imprudentes” e “manter a boca fechada”.

Há duas semanas, umas avaliações dos serviços secretos dos Estados Unidos tornaram públicas informações de que a Rússia estava a comprar armas à Coreia do Norte. Esse fornecimento “poderiam incluir literalmente milhões de munições, rockets e projéteis de artilharia” disse um representante do Departamento de Estado dos EUA.

Mais tarde, o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby, falou sobre o alegado fornecimento usando palavras mais cautelosas dizendo que as compras ainda não estavam concluídas e não havia evidências que sugerissem que as armas seriam para ser usadas na guerra da Ucrânia. Mas de qualquer forma, quaisquer exportações de armas norte-coreanas para a Rússia violariam as resoluções das Nações Unidas que proíbem a Coreia do Norte de importar ou exportar armas.

Nesta quinta-feira, num comunicado divulgado pelos media estatais norte-coreanos KCNA, um funcionário não identificado do Ministério da Defesa da Coreia do Norte responde: “Nunca exportámos armas ou munições para a Rússia antes e não planeamos exportá-las”.

No documento, os EUA e outras “forças hostis” foram acusados de espalhar rumores para “perseguir os seus objetivos políticos e militares de base”. O funcionário ainda sugeriu que os EUA devem parar de fazer “comentários imprudentes” e “manter a boca fechada”.

Fonte: RTP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.