DESMANTELADA REDE TRÁFICO HUMANO EM PORTUGAL

Foi efetuada uma vasta operação policial, em várias cidades e freguesias da região do Baixo Alentejo, tendo procedido ao cumprimento de sessenta e cinco Mandados de Busca, e à detenção fora de flagrante delito de trinta e cinco homens e mulheres.

Trabalhadores estrangeiros, atraídos pelas promessas de uma vida melhor, mas acabaram por encontrar a exploração, em Portugal. Trinta e cinco pessoas que escravizavam trabalhadores estrangeiros foram detidas na região do Alentejo.

As detenções foram feitas numa grande operação da Unidade Nacional Contra Terrorismo, da Polícia Judiciária do país, por suspeitas de tráfico de seres humanos, associação criminosa e branqueamento de capitais.

De acordo com as autoridades, os detidos pertencem a uma rede criminosa, formada por cidadãos romenos, com a ajuda de alguns indivíduos portugueses e de outras nacionalidades, que de dedica à exploração de estrangeiros para trabalharem em explorações agrícolas.

Estas pessoas foram aliciadas nos países de origem tais como, Roménia, Moldávia, Marrocos, Argélia, Senegal, Índia ou Paquistão.

Os detidos vão marcar presença perante o juiz de instrução criminal, em Lisboa, para o primeiro interrogatório e posterior aplicação das medidas de coação.

A rede prometia bons salários às vítimas, assim como casa e condições de trabalho dignas. Apenas promessas, porque a realidade que encontraram foi b em diferente.

Fonte: Euronews

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *