FURACÃO “IAN” SEMEIA DESTRUIÇÃO E MORTE PELA FLORIDA

O estado norte-americano foi atingido por ventos que chegaram a atingir os 240 quilómetros por hora, com muitas ruas completamente inundadas e cheias de destroços. De acordo com dados preliminaries 15 pessoas morreram.

Cenas apocalípticas na Florida no rescaldo do Ian, o furacão de categoria 4 que se abateu sobre o estado. Os danos causados são enormes. Vastas áreas estão submersas. Os serviços de socorro não têm mãos a medir. Desconhece-se o número de mortos, mas estima-se que será elevado.

O presidente norte-americano, Joe Biden, fala de uma catástrofe sem precedentes: “Chegou a terra ontem e continua ainda hoje atravessar o estado. Este pode ser o furacão mais mortífero da história da Florida. Os números de vítimas ainda não estão claros, mas estamos a ouvir relatos iniciais do que pode ser a perda substancial de vidas”, disse.

Biden anunciou que vai visitar a Florida assim que as condições o permitam e irá também a Porto Rico.

Ao longo do dia, milhares de pessoas foram retiradas de lares e hospitais, que ficaram sem condições de prestarem assistência.

Muitas estradas estão intransitáveis. Mais de dois milhões e meio de pessoas ainda estão sem eletricidade. Milhares de pessoas estão presas em casas inundadas.

O governo prometeu assistência individual para aqueles cujo seguro não cobre a totalidade da perda das casas.

Fonte: Euronews

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *