GOVERNO QUER APOIO DE LUXEMBURGO PARA TRANSFORMAR CV NUM HUB DE FORMAÇÃO

Durante a reunião do Comité de Pilotagem de lançamento do Programa Emprego e Empregabilidade de Apoio ao Sector da Formação Profissional, o Vice Primeiro-Ministro, Olavo Correia, disse que o Governo quer apoio de Luxemburgo para transformar Cabo Verde num Hub de Formação

“O Governo tem a ambição de transformar Cabo Verde num hub de formação profissional, neste sentido queremos poder contar com o apoio do Luxemburgo”, especificou Olavo Correia.

O Governante realçou ainda que, no quadro da cooperação de Cabo Verde este país europeu, muito já se foi feito, com resultados importantes, tendo sido contruído património material e imaterial que, conforme defendeu, devem ser otimizados para a concretização da ambição de Cabo Verde.

“São investimentos distintos e marcantes Exemplo, a Escola de Hotelaria e Turismo, o CERMI, os vários centros de formação em todas as ilhas de Cabo Verde, para além do financiamento em relação ao acesso à formação profissional. Deste modo, vamos utilizar este património para fazermos de Cabo Verde um hub de formação profissional, olhando não só para o mercado cabo-verdiano, mas também para o mercado internacional, formando não só jovens cabo-verdianos, mas jovens do continente africano, jovens da CPLP para serem colocados no mercado cabo-verdiano e no mercado mundial”, disse o Vice Primeiro-Ministro, sublinhando que o propósito maior é “preparar jovens do mundo e no mundo”.

Ainda, salientou que o Governo, com o suporte dos parceiros, quer transformar Cabo Verde num país de oportunidades para os jovens, através da educação inclusiva e de excelência, mas também de qualificação para a empregabilidade, abrangendo, nomeadamente os jovens NEET, mas também de um ecossistema favorável ao empreendedorismo e num contexto de uma economia que cresce e que gera emprego.

Relativamente ao pacote financeiro de mais de 30 milhões de euros, para os próximos quatro anos, visando o Programa Emprego e Empregabilidade de Apoio ao Sector da Formação Profissional, Olavo Correia disse se tratar de um envelope muito importante e pujante para o setor, e que cria as condições para promoção do emprego e da empregabilidade.

De referir que, a reunião do Comité Pilotagem contou com a presença do Diretor da Cooperação do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Europeu do Grão-Ducado de Luxemburgo, Christophe Schiltz, o que manifestou o total engajamento do seu país com Cabo Verde.

“Luxemburgo tem sido um parceiro distinto para o nosso, e que está empenhado em ajudar no trabalho para fazer as pessoas saírem da pobreza, particularmente da pobreza extrema, serem livres, autónomas, a viver com dignidade e poderem ascender social e economicamente na vida”, notou o Governante cabo-verdiano.

Fonte: MFFE // Redação Tiver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *