“GUERRA DAS MATRÍCULAS” ENTRE A SÉRVIA E O KOSOVO PROVOCA TENSÕES PERTO DA FRONTEIRA SÉRVIA 

A questão das matrículas faz aumentar a tensão entre a Sérvia e o Kosovo – com bloqueios nas estradas e tiros disparados em Pristina, contra a proibição da circulação de veículos com matrículas sérvias. A nova regra do governo kosovar implicaria que os sérvios no Kosovo tivessem de utilizar matrículas automóveis emitidas pelo país, mas muitos elementos de etnia sérvia não aceitam falando de “regras discriminatórias sem fundamento”.

Surgiram confrontos, entre as comunidades locais e a polícia, perto da fronteira sérvia e o governo do Kosovo decidiu adiar a decisão. No domingo, os manifestantes estacionaram camiões e outros veículos pesados nas estradas que conduzem a dois postos fronteiriços, Jarinje e Bernjak, num território de maioria sérvia. As autoridades falaram igualmente de carros atacados e tiros disparados” na direção de unidades policiais.

As sirenes anti-aéreas foram ouvidas durante mais de três horas na pequena cidade de Mitrovica, habitada principalmente por sérvios. Catorze anos depois do Kosovo ter declarado a independência da Sérvia, 50 mil sérvios que vivem no norte têm matrículas e documentos emitidos pelas autoridades sérvias, recusando-se a reconhecer as instituições de Pristina. O Kosovo foi reconhecido como Estado independente por mais de 100 países, mas não pela Sérvia nem pela Rússia.

Fonte: Euronews 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.