KIEV BOMBARDEADA DURANTE VISITA DA ONU

O prefeito de Kiev, confirmou que dois mísseis caíram na capital da Ucrânia nesta quinta, no mesmo dia em que o secretário-geral da ONU, António Guterres, visita o país.

Apenas uma hora depois de o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, e o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, terem dado uma conferência de imprensa conjunta, em Kiev, a capital ucraniana era bombardeada, esta quinta-feira, sem sequer esperar pela saída da comitiva da ONU.

De acordo com o autarca local, Vitali Klitschko, pelo menos uma pessoa morreu e várias ficaram feridas, após um edifício habitacional de 25 andares ter sido parcialmente destruído por dois mísseis russos.

Guterres, que um dia antes, se tinha sentado à mesa com Vladimir Putin, em Moscovo, desvaloriza ainda estar presente na cidade, no momento do ataque, mas confessa-se chocado com o bombardeamento.

“Não creio que seja importante se o secretário-geral está ou não na capital ucraniana. O que importa é que ocorreu um ataque e isso chocou-me porque Kiev é uma cidade sagrada tanto para o povo ucraniano como para o povo russo. Penso que esta cidade, com a sua extraordinária beleza, uma grande importância histórica, o legado histórico e cultural que representa, tem de ser espezinhada. Isso chocou-me naturalmente”, reagiu o representante da ONU.

Já o ministro ucraniano dos Negócios Estrangeiros, Dmytro Kuleba, classificou o que diz ter sido o disparo de cinco mísseis sobre Kiev como “um ato hediondo de barbárie”, cujo intuito, acrescentou Zelenskyy, é “humilhar a ONU” .

Fonte: Euronews

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *