MILITARES TERÁ TENTADO LEVAR A CABO GOLPE DE ESTADO EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

Esta madrugada um grupo de militares terá tentado levar a cabo um golpe de Estado em São Tomé e Príncipe, deixando um homem ferido com gravidade devido a agressões.

Um grupo de militares terá tentado levar a cabo um golpe de Estado em São Tomé e Príncipe, apurou a Renascença junto de fonte policial do país.

Esta madrugada, por volta das duas da manhã, ouviram-se tiros nas imediações do quartel-general de são Tomé e Príncipe.

“Quatro homens quiseram assaltar o quartel e fizeram refém o oficial de dia”, indicou fonte do Governo à Lusa, que referiu que o ataque teve início pouco depois das 00h00 de hoje (mesma hora em Lisboa).

O assalto, adiantou a mesma fonte, foi “neutralizado por volta das 6h00 da manhã”, com a detenção dos elementos e já foi aberto um processo de investigação.

Segundo fonte médica, durante o ataque, um homem ficou ferido com gravidade devido a agressões, mas já se encontra a recuperar.

A mesma fonte adiantou que os assaltantes tinham idades entre os 21 e os 24 anos e tiveram ajuda de “alguns soldados internos, que permitiram a entrada no quartel”.

Relatos de moradores no Bairro Militar dão conta de ocorrências de tiroteios e de uma explosão. Hoje de manhã os acessos ao local estavam bloqueados.

De acordo com a Rádio Nacional de São Tomé, a situação foi controlada, não há policias nem militares nas ruas e as escolas e o comércio estão a funcionar normalmente.

Fonte: Renascença

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *